Tag: Autenticação Forte

O conceito de autenticação forte tem sido estabelecido por organismos de padronização internacional com o objetivo de aumentar a segurança e a privacidade das informações. Uma das principais ações é a diretiva PSD2, publicada pela União Européia em 2018.

O termo é bastante amplo e muitas vezes é confundido com a autenticação baseada em múltiplos fatores. Este método é uma das formas de implementar a autenticação forte, mas não a única.

Diversas iniciativas estão em curso unidos entidades como PCI, EMVCo, FIDO e W3C com o mesmo objetivo.

SCA, FIDO Alliance e Autenticação forte

SCA, FIDO Alliance e Autenticação forte Autenticação forte do cliente

O FIDO Alliance acaba de publicar uma pesquisa sobre a autenticação online, o comportamento dos clientes e o suporte à autenticação forte do cliente. Esta pesquisa ouviu cerca de 10 mil consumidores, nos Estados Unidos, Reino Unido, França Alemanha, Austrália, Cingapura, Japão, Coréia do Sul, India e China. Conheça. Apesar […]

Tokenização EMV – Papéis e responsabilidades

Tokenização EMV – Papéis e responsabilidades Token Service Provider

O artigo a seguir apresenta os participantes do ecossistema de Tokenização EMV e os papéis e responsabilidades de cada participante, nos eventos de geração e utilização dos tokens para realização dos pagamentos A Tokenização é um processo efetivo de proteção dos dados do portador para evitar fraudes em pagamentos digitais […]

A autenticação silenciosa do cliente

A autenticação silenciosa do cliente Autenticação silenciosa

Autenticação baseada em risco (RBA) A autenticação silenciosa do cliente, ou autenticação baseada no risco da transação, procura avaliar a autenticidade de uma transação sem a necessidade da intervenção do cliente (attrition). Este recurso utiliza informações coletadas na execução da transação e dados armazenados em bases analíticas de dados, determinado […]

O que é CDCVM?

O que é CDCVM? CDCVM

Afinal, o que é o CDCVM? O CDCVM é um conjunto de métodos de autenticação que utiliza informações do próprio dispositivo para compor o CVM de uma transação EMV Contactless realizada a partir de um dispositivo móvel. Este é um método de implementação da autenticação forte do cliente. É usado […]

Rolar para o topo